Noticias

03/08/2017

Em voto contra Temer, deputado Jorginho Mello dispara: “nada pode ficar embaixo do tapete”

O deputado federal Jorginho Mello (PR) votou a favor da continuidade das investigações contra o presidente Michel Temer e, em seu discurso, disparou: Eu quero que o processo prossiga para nada ficar embaixo do tapete. O Brasil está sendo passado a limpo e ninguém pode estar acima da lei”, justificou o parlamentar.

Apesar do voto de Jorginho Mello, a Câmara dos Deputados decidiu por 263 votos “sim”, 227 “não”, duas abstenções e 19 ausências. A denúncia, que poderia resultar na abertura de ação penal por corrupção passiva, foi arquivada e o STF não pode instaurar o inquérito de investigação. 

Para o parlamentar, nenhum brasileiro pode estar acima da lei, independente de ser presidente, ministro, senador, deputado, juiz, promotor, delegado ou qualquer outra profissão. “Ninguém pode ficar acima de qualquer investigação. Tem de ser transparente e a sociedade exige isso”, afirmou Jorginho, que já se posicionou ser a favor do fim do foro privilegiado.