Comissão aprova Florianópolis como capital da nanotecnologia

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou nesta terça-feira (4) o projeto de lei do senador Jorginho Mello (PL) que reconhece Florianópolis como Capital Nacional da Nanotecnologia e Novos Materiais.

Segundo o parlamentar, Florianópolis foi precursora na instalação do primeiro arranjo promotor de inovação em nanotecnologia do país. Em Santa Catarina, 28 empreendimentos se beneficiam da articulação com centros de pesquisa, parques tecnológicos, incubadoras e programas de fomento. “A homenagem faz justiça aos esforços empreendidos pela população local na conservação e continuidade dessa importante tradição empreendedora”, comentou Mello.

Polo náutico

A Comissão de Educação também aprovou um projeto de lei (PL 684/2019) que confere à Santa Catarina o título de Polo Náutico do Brasil. O autor da proposta também é o senador Jorginho Mello (PR-SC).

— O elevado número de mão de obra nesse setor é influenciado pelos grandes estaleiros localizados no estado. Essa mão de obra especializada atua em todo o processo de produção de uma embarcação, desde o desenvolvimento até a laminação, montagem, marcenaria, estofaria, parte elétrica, mecânica, entre outros – explica Jorginho.

O relator é o senador Dário Berger (MDB-SC). Ele lembra que a indústria náutica emprega mais de 5 mil trabalhadores em Santa Catarina.

— Trata-se de uma atividade econômica em forte crescimento e que pode ser considerada como de tradição em Santa Catarina. Seu reconhecimento como Polo Náutico reveste-se de justiça — defende Dário.

Se não houver recurso para análise do Plenário, as duas matérias seguem diretamente para a Câmara.