Mais de R$ 30 milhões para Saúde de SC

Candidato ao Senado Federal, Jorginho Mello conquistou mais de R$ 30 milhões para a Saúde de Santa Catarina. O resultado é consequência do trabalho pela liberação de emendas parlamentares desde 2011, que contemplou todas as regiões do Estado.

O valor para a saúde representa cerca de 75% do total das emendas conquistadas pelo deputado Jorginho Mello para o Estado. “Eu busco recursos para investimentos nas escolas, pavimentação de ruas e para as outras áreas, mas me dedico mais em ir ao Ministério da Saúde para cobrar a liberação do dinheiro para os nossos hospitais e postos de saúde melhorarem o atendimento à população”, explica.

Somente para os municípios da AMMOC, foram R$ 9,4 milhões investidos na compra de equipamentos, de materiais e para a manutenção das atividades dos hospitais e postos de saúde.

Com a emenda, o Hospital Nossa Senhora da Paz, de Água Doce, adquiriu materiais como detector fetal para os partos cirúrgicos, camas hospitalares, berços para recém-nascidos e a troca de equipamentos antigos para evitar contaminação de bactérias hospitalares. “Praticamente 100% de nosso atendimento é realizado pelo SUS, mas a verba servirá para um melhor atendimento ao público em geral. Nos ajudará muito no atendimento à população”, enfatiza o presidente do Hospital, Filipe Compiani.

O Hospital Universitário Santa Terezinha (HUST), que atende toda região do Meio-Oeste, também foi beneficiada. O reitor da Unoesc, Arisitides Cimadon, agradeceu a verba e o empenho do parlamentar em prol do hospital. “Seu esforço permanente em auxiliar na busca de recurso, permite que possamos oferecer, a cada dia, melhores serviços a toda população do Meio-Oeste Catarinense”, disse o reitor Cimadon.

Ajuda à Saúde

Os R$ 30 milhões do deputado Jorginho Mello ajudou a amenizar o quadro caótico nos hospitais catarinenses por causa da dívida de R$ 1 bilhão deixada pelo ex-governador Raimundo Colombo. “A saúde dos catarinenses foi tratada como última prioridade, enquanto na campanha ele disse que seria a primeira”, alfinetou Mello.

Articulação aumentou investimentos na Saúde de SC

O Fórum Parlamentar Catarinense garantiu o aumento do repasse de R$ 120 milhões por ano para a Saúde de Santa Catarina. “Ficamos muito felizes em garantir a conquista deste investimento, que é uma dívida histórica do Governo Federal para com os catarinenses”, afirmou o deputado federal Jorginho Mello, presidente do Fórum Parlamentar Catarinense.

São R$ 10 milhões a mais todo mês para o fundo estadual da área que serão destinado prioritariamente ao pagamento de fornecedores e aos tratamentos de média e alta complexidade. De acordo com Jorginho Mello, a conquista deste novo recurso para a Saúde catarinense foi um trabalho de mostrar ao Governo Federal que o Estado realizava procedimentos de saúde que não eram pagos pela União. “Antes, o Governo de Santa Catarina não comprovava esses atendimentos nos hospitais e a União não reconhecida. Então a deputada Carmen Zanotto se mobilizou em demonstrar todas as contas”, explicou Jorginho Mello.

De acordo com a Secretaria da Saúde, o chamado “extrapolamento” – aquilo que se gasta a mais do que se tem à disposição – alcançava R$ 17 milhões por mês, porém o crescimento do repasse do Estado para a Saúde para 14% das receitas e alguma medidas de gestão interna, como a revisão de contratos, agora permitirão que se alcance um equilíbrio.  “A partir de agora poderemos equilibrar receita com despesa e evitar que a dívida continue crescendo”, afirmou o secretário Acélio Casagrande.

Ajuda à Saúde

As emendas para a Saúde do deputado Jorginho Mello ajudaram a amenizar o quadro caótico nos hospitais catarinenses por causa da dívida de R$ 1 bilhão deixada pelo ex-governador Raimundo Colombo. “A saúde dos catarinenses foi tratada como última prioridade, enquanto na campanha ele disse que seria a primeira”, alfinetou Mello.

Tags: